quinta-feira, 24 de abril de 2008

Um até breve pra Camila...

Como sempre dedico algum espaço pra falar de outras pessoas importantes pra mim, além de Luís Flávio, hoje resolvi dedicar esta postagem à Camila.
Mila, para os íntimos, já está com a gente no hospital há 5 meses, tem 14 anos, completados lá dentro, tem neuropatia, pouco contacta, mas tudo revela pelo seu olhar, seu sorriso, e pelos pedidos constantes de "gagau", "mainha", "tia".
Internou para redução de uma prótese que tem na coluna, que estava exteriorizando, muito emagrecida, passou pela cirurgia e pelo estado geral deprimido teve várias infecções, e enfim ficou "morando" com a gente este tempo e essa semana vai embora!!!!!!!! Graças a Deus...

Mas hoje me peguei pensando, quanta falta fará... Delane a mãe dela, tem um astral incrível, cativa, adoro ela, me dá uma energia muito boa, as vezes fica de mau humor, normal, imagine-se preso dentro de um hospital há quilômetros de distância da sua casa, onde deixou outros 2 filhos adolescentes, sem poder sair pra lugar nenhum pois sua filha é totalmente dependente de você....então, sem palavras, pois é...foi essa a vida dela nesses tempos.
Então o apartamento delas por "usucapião" é aonde me recupero às vezes, tenho muito isso, sou estranha, né... bom mas é lá, um dos lugares nesses últimos 5 meses, que retomo as boas energias pra continuar o trabalho. Sério mesmo, muitas vezes, já acordei Del, pedi pra ela levantar me dar um abraço, ou beijei muuuuuuuiiiiito Mila, alegando que precisava de carinho e energia de gente que gosta de mim, estranho??? Mas acontece, o ambiente é carregado, as pessoas estão estressadas e as vezes te dizem coisas que você tem vontade de sair correndo e nunca mais voltar, aí recorro aos braços daqueles que me amam e que eu amo de graça. Pronto passou...
Pois é minhas amigas vão voltar pra casa, tô feliz por elas e sei que mais amigos virão, e que estas ficarão pra sempre na memória e nos contatos... Viu Del, por que em Junho tô lá em Feira de Santana passeando na sua casa....
Um até breve pra Camila... mas não vale ficar com muitas saudades de mim e voltar pro hospital me ver. Como costumo dizer àqueles que saem de alta: te vejo no shopping...não volte aqui me ver...
Bjos, Paola

Um comentário:

Cristiane Fetter disse...

Oi querida, vim aqui te agradecer as palavras carinhosas lá em casa.
Beijocas.